Maple Bear Brasil The best of Canadian education for a global future.

Acontece na Maple Bear

Maple Bear desenvolve programa de aprendizado para a criação de startups 1

É tempo de pandemia. Mas também é tempo de empreender por meio de iniciativas inovadoras. É tempo de acreditar no que se pode fazer e ir adiante. Por isso, a Maple Bear, em parceria com a JÁ Brasil e a StarSe, criou um programa de cunho cultural e empreendedor, a fim de levar os alunos a uma jornada de formação totalmente digital com foco na inovação. Trata-se de um projeto educacional criado pela escola, que contou com a participação de 150 alunos, de 11 diferentes cidades, para a criação de diversas startups, cujo caminho foi trilhado a partir de aulas direcionadas e mentorias especializadas.

Mesmo com as aulas remotas, os alunos tiveram a oportunidade de executar um projeto inovador com colegas de escolas Maple Bear pelo Brasil. Cada grupo tinha o máximo de diversidade, sendo um aluno de cada idade (14 a 17 anos), escola e perfil.

Nessa jornada de criação foram trabalhadas várias habilidades essenciais para que os alunos enfrentem o mundo real, seja qual for a trajetória (empreendedorismo, mundo corporativo, universidade, etc.), como pensamento crítico, resolução de problemas complexos, empatia, colaboração, flexibilidade cognitiva, criatividade, poder de execução (fazer acontecer), tomada de decisão, liderança, negociação, comunicação e inteligência social. A diversidade e as diferentes vivências de cada aluno foram essenciais para gerar riqueza de ideias, opiniões e projetos incríveis. Cada etapa, aula e mentoria do programa teve uma aprendizagem conectada com a metodologia canadense da Maple Bear.

Ao final do processo, nove startups foram selecionadas como sendo as mais promissoras por uma banca formada por profissionais de mercado – fundadores de startups, investidores anjos e diretores de inovação de grandes empresas e do poder público. O grupo de nove jurados avaliou os projetos dos alunos com base em quatro categorias: avaliação do problema, considerando intensidade e tamanho do mercado; qual é a solução, sua diferenciação e validação; o modelo de negócios da startup, o quanto é viável e escalável; e, por fim, o time, quanto estão motivados para resolver o problema, capacidade de entrega e complementariedade entre os membros.

Com base nestes critérios, os jurados precisavam ao final responder a seguinte questão: Qual destas startups você convidaria para uma próxima reunião? Em cada ocasião, foram escolhidas as startups destaque, sobre as quais os jurados visualizaram um maior potencial e interesse em ter uma próxima conversa. Entre as selecionadas, uma rede social para adoção de animais, uma plataforma para troca de experiências na decisão de carreira e vida e um marketplace que conecta fornecedores com consumidores eco-friendly.

Passo a passo

O projeto de cada startup incluiu estudo de mercado alvo, problemas e gargalos a serem resolvidos, público alvo, MVP (mínimo produto viável), forma de monetização e até estratégias de marketing e planejamento financeiro já com a previsão do ingresso de um investidor. As equipes participantes se organizaram de acordo com uma empresa-júnior, cujos ocupantes estão em posições de presidente, diretor financeiro, coordenador de marketing, etc. Alguns grupos, inclusive, fizeram pesquisas de campo, entrevistas com consumidores, análise da concorrência e até mesmo projeções financeiras de faturamento no primeiro ano com foco na lucratividade.

Startups de destaque

A primeira colocada foi a startup Helpet, cuja proposta é transformar o abandono de animais em cuidado e paixão por meio de uma rede social que conecta ONGs e abrigos com potenciais adotantes de pets.A monetização será realizada por meio de anúncios de empresas pet e assinaturas com benefícios agregados.

Também selecionada, a Ourversity é uma plataforma de troca de experiências e serviços para jovens em diferentes fases de desenvolvimento: busca de intercâmbio, vestibular, independência financeira, morar sozinho etc. Os jovens identificaram, por exemplo, que a taxa de desistência em universidades é superior a 50%, sendo que em grande parte dos casos a causa principal é a inadaptação ou vontade de mudar de área. Além disso, embora haja bastante informação na internet, ela está muito dispersa e difícil de localizar. A plataforma, justamente, seria um agregador de conteúdo e rede social para troca de experiência com a possibilidade de serviços como aconselhamento e pesquisas sobre opções de universidade, intercâmbio e vagas de empregos para jovens. A monetização seria por meio de anúncios de empresas associadas a este universo e por meio de assinaturas.

A terceira colocada foi a startup Nearbyque conecta fornecedores especializados com consumidores eco-friendly.Segundo o estudo realizado pelo grupo, 30% da população brasileira busca ou têm interesse em uma vida mais sustentável. Trata-se de um mercado em expansão, não apenas no Brasil, mas no mundo. Por outro lado, consumidores têm dificuldade em obter produtos e serviços com este perfil. A proposta é unir as duas pontas por meio de um aplicativo móvel de marketplace especializado, cuja remuneração se dará com base em uma porcentagem das transações realizadas.

Com o grande sucesso da iniciativa, a Maple Bear planeja, além de uma nova edição do programa, dar sequência ao projeto. A ideia é montar uma aceleradora para as startups em destaque, com apoio da própria comunidade Maple Bear, transformando os projetos em realidade e levando até o contato com investidores anjo. Aqueles que desejarem a carreira empreendedora terão uma oportunidade de ouro nas mãos. Afinal, a Maple Bear acredita no seu papel como facilitadora do aprendizado e fornecedora de ferramentas que viabilizem os planos para o futuro.

Comentários desabilitados.

Notícias relacionadas

Maple Bear estimula o saber em centros de aprendizado por meio da experimentação e o raciocínio lógico

A palavra conexão é um dos alicerces da Maple Bear e sua metodologia canadense, tudo para fortalecer a ligação entre escola e aluno. Como prova disso, as escolas são verdadeiros centros de aprendizagem, onde os estudantes são estimulados a protagonizar o próprio aprendizado por meio da experimentação e busca pelo raciocínio lógico.

leia mais
A educação bilíngue e seu papel de destaque

Capacidade de concentração, vantagens cognitivas causadas pelo espessamento das conexões neurais, desenvolvimento do raciocínio lógico e facilidade no aprendizado de um segundo idioma. Esses são os benefícios que nove entre 10 pais querem para seus filhos durante o período em que estão estudando. Por via de regra, tudo isso é possível com a adesão do…

leia mais
Escolas Maple Bear desenvolvem atividades extracurriculares em benefício ao aprendizado e à saúde

. A Maple Bear trabalha incansavelmente para que seus estudantes sejam protagonistas do seu próprio aprendizado, podendo contar com o currículo escolar como grande aliado, além das atividades extras e de reforço.

leia mais

Informações e dúvidas frequentes